Diogo Morgado FansMobile version
Welcome to the unofficial portuguese-english fansite for actor Diogo Morgado, best known for his roles in portuguese soap operas and american hits like "The Bible" and "Son of God". We have no affiliation nor do we represent Diogo in any way. This is just a work of a fan. ENJOY!

Um artista nunca consegue realmente parar de criar e a quarentena promete servir de inspiração ao entretenimento um pouco por todo o mundo. Diogo Morgado é o mais recente exemplo de como se pode abordar a pandemia no cinema. Interface será um dos novos projetos do ator, que volta a assumir o papel de argumentista.


É em exclusivo a Viriato Quintela, que o intérprete de Siegfried em A Espia adianta os primeiros pormenores deste novo projeto. «Criámos uma história que queríamos que tivesse alguma plasticidade, fala do que é o confinamento», revela o ator em direto no Instagram, garantindo que as gravações vão começar na próxima semana.


Diogo Morgado vai assinar a história de Interface, algo que já não é uma estreia. Depois do bem sucedido Malapata, o ator criou também, em parceria com Pedro Morgado, a história de Solum, uma película de ficção científica que vai entrar agora no mercado estrangeiro. «Fechamos um acordo com uma distribuidora internacional. O filme está a ter muito boa aceitação lá fora. Não está excluída a hipótese de sequência, está dependente agora do que virá de outros mercados», deixou em aberto o ator que participa nesta longa-metragem na pele de um alienígena.


«Solum é a primeira tentativa de internacionalizar um projeto da SLX Productions», confessa Diogo Morgado que em conjunto com o irmão fundou a produtora em 2016. A tendência de exportar as novas fitas da produtora para o estrangeiro parece confirmar-se, também, com o mais recente projeto, Irregular, que já tem «distribuidoras interessadas», depois dos primeiros visionamentos para grupos restritos.


Com Pedro Teixeira, Carla Chambel, Maria Botelho Moniz e Margarida Serrano no elenco, Irregular narra a história de Gabriel, um homem que pára numa bomba de gasolina no caminho para a escola da filha e de um momento para o outro vê a sua vida mudar por completo. A pandemia de COVID-19 atrasou a data de lançamento comercial desta nova longa-metragem cuja data inicial estava apontada para 7 de maio. Apesar de não apontar um novo dia para a chegada do projeto às salas de cinema nacionais, dado que o calendário está a ser reagendado, agosto é o mês que está agora em cima da mesa.


O projeto de lives no Instagram de Viriato Quintela, com o título de Beirão Rijo, tem sido um hábito recorrente nesta fase de quarentena e na próxima quinta-feira, 28 de maio, será Maria João Bastos a convidada do ator que vamos poder ver, em breve, no grande ecrã no biopic sobre as Doce, Bem Bom.

FONTE

No passado dia 21 de Maio, Diogo Morgado esteve à conversa com Viriato Quintela numa das edições de LIVE´s do seu #BeirãoRijo.

Foi durante este LIVE que Diogo anunciou em exclusivo o seu novo projecto, “Interface“, um filme inspirado na quarentena.

Vejam, abaixo, o vídeo completo da entrevista.

No passado Sábado, 23 de Maio, Diogo Morgado esteve à conversa com Teresa Guilherme, que também aderiu aos “lives” do instagram.

Vejam, abaixo, o vídeo completo desta divertida conversa.

Ainda é possível ver o actor Diogo Morgado na série ‘A Espia’, na RTP, no papel de Siegfried.

A série passa-se durante a Segunda Guerra Mundial, onde operaram em Portugal várias redes de espionagem. ‘A Espia’ acompanha os meandros das campanhas da época, assim como as negociações de volfrâmio, o mineral mais poderoso durante a guerra. Diogo Morgado nesta série partilha ecrã com as actrizes, que tal como ele conquistaram carreira internacional: Daniela Ruah e Maria João Bastos.

Em entrevista à revista Nova Gente, aprofundou um pouco o seu papel em ‘A Espia’. Revela que procurou inspiração para a sua personagem luso-alemã “em todas as recriações da época, há uma fisicalidade própria, um estar diferente, uma forma de falar particular e isso era crucial para a verosimilhança da história”. Para o actor, o maior desafio foi o encontrar o sotaque que retratasse um alemão oriundo de uma família portuguesa, mas que tinha estudado em Inglaterra como era o caso do Siegfried.

Diogo Morgado considera que tem em comum com Siegfried o seu lado mais pragmático. “Em tempos de guerra ou de conflito, valores maiores se levantam. A minha personagem é alguém capaz de pôr alguns ideais muito acima de tudo”.

O actor, apesar de ter uma carreira internacional e estar habituado às grandes produções norte americanas, não as diferencia das portuguesas a esse nível. “A natureza do trabalho faz com que cada projeto seja sempre diferente, quer em termos de condições, organização ou ética. Independentemente de ser portuguesa, espanhola ou norte-americana há sempre o bom e o mau em cada produção”.

Considera que a ficção portuguesa “está a ficar cada vez mais internacional. Estávamos muito virados para contar histórias apenas para o público português. Agora, começamos, finalmente, a querer contar histórias de Portugal para o Mundo. Começamos a escrever, produzir e interpretar com uma visão mais internacional. Histórias que são feitas sob uma perspetiva mais global e que, assim, podem ser vistas em qualquer parte do Mundo”.

Nesta altura de isolamento, Diogo vive da mesma forma que a maioria os portugueses. “Procuro cumprir todas as recomendações. É claro que sinto que vivemos um período que ficará na história da humanidade. Procuro que os meus filhos tenham disso um entendimento saudável e positivo. Da mesma maneira que procuro, dentro do possível, ser o mais pró-ativo e produtivo que a situação permite: lendo, escrevendo e aproveitando para desenvolver ideias e projetos que estavam na gaveta”. Apesar de preocupado acredita que a sociedade há muito tempo que estava a precisar de fazer uma avaliação sobre os valores e formas de estar no Mundo. “Talvez esta seja a altura para isso acontecer. Acho que apesar de traumática, esta experiência vai trazer coisas positivas à sociedade em todo o Mundo”.

Diogo Morgado viu a estreia do seu filme “Irregular” ser adiada devido à pandemia da Covid-19. Estava prevista para 7 de Maio. O lançamento do filme assim como outros projetos que estavam em cima da mesa foram suspensos. Agora, o actor aguarda até que seja seguro retomar os trabalhos com o menor risco possível de contágio.

O actor da série “A Espia” da RTP esteve no “Faz Faísca” do passado Domingo e respondeu às perguntas Faísca, não virando costas a nenhum dilema: DANIELA RUAH ou MARIA JOÃO BASTOS?

Diogo Morgado esteve esta manhã n´”O Programa da Cristina” pela primeira vez onde, numa conversa animada, falou sobre a sua vida e o seu percurso profissional.

O actor recordou as palavras de Armando Cortez que mudaram a sua vida e conta ainda que a minissérie ‘A Bíblia’ “não foi um trabalho” mas sim uma experiência da sua vida, que aprofundou a sua espiritualidade e fé.

Vejam, abaixo, o vídeo completo.

Ontem, na sua página de Instagram, Ana Rita Clara conduziu um LIVE com o actor Diogo Morgado, numa conversa informal que vagueou por temas de vida, de criação, e de como somos agora neste momento.

Vejam/revejam, abaixo, o vídeo completo.

Em direto no Instagram da rádio M80, Paulo Fernandes conduz todas as semanas uma conversa descomplicada com figuras conhecidas do público português, sobre a sua vida profissional e até alguns temas mais pessoais.

O convidado mais recente foi o actor Diogo Morgado. Vejam, abaixo, o vídeo completo.