Diogo Morgado FansMobile version
Welcome to the unofficial portuguese-english fansite for actor Diogo Morgado, best known for his roles in portuguese soap operas and american hits like "The Bible" and "Son of God". We have no affiliation nor do we represent Diogo in any way. This is just a work of a fan. ENJOY!
Encantado com a sua personagem, o ator procura trilhar o seu próprio caminho com segurança, mantendo-se fiel às suas raízes.

“Houve projetos que surgiram entre “Ouro Verde” e “A Teia” aos quais não achei graça nenhuma”, confessa Diogo Morgado, explicando a sua ausência dos nossos ecrãs. “Não me identificava com eles, não me traziam nada e não aceitei.” Mas tudo mudou com a série das noites da TVI. “Em A Teia havia a questão da relação com a filha, a de estar envolvido em lutas, de estar desconfortável na vida podendo estar confortável, tudo por uma convicção, e identifiquei-me muito. Rapidamente aceitei. Foi um grande desafio!”, considera.

E a repercussão na rua tem sido muito grande. “As pessoas comentam as cenas, têm uma opinião e é nesse momento que sinto que está a resultar.”
Para já, não sabe se regressa em breve à TV: “Tudo pode acontecer. Neste momento, tenho tudo em aberto”.

Fiel às suas raízes na margem Sul do Tejo, não se vê a mudar de vida. “Porque havia de perder as raízes, aquilo que sempre fui? É isso que faz sentido, o que importa quando se chega a casa. Somos todos feitos da mesma coisa”, refere. “Temos todos sonhos, medos, o que nos motiva é que pode ser diferente. Se não for assim, desligo-me do que é a vida e não pretendo que tal aconteça.” 

E é com essa liberdade que vive a sua relação com os filhos, Santiago e Afonso, de 9 e 2 anos, do casamento com Cátia Oliveira. “Não gosto de impor, dou-lhes opções que os façam pensar. Quanto mais se disser a uma criança para não fazer, mais ela o vai tentar. Mas se disser Se fizeres isto, pode acontecer aquilo, ela fica a pensar. Acredito que a vida é isto”, revela o ator que espera ser “um bom pai, atento e que os deixe fazer o seu caminho. É essa a minha pretensão”.


Base em Portugal
Entretanto, o facto de ter feito sucesso nos EUA abriu-lhe outro mercado. Mas não pretende apenas trabalhar lá. “O sucesso também me fez ver o que era importante para mim. Nunca entrei nisto por dinheiro ou por ego, mas por paixão.” E sempre teve trabalho em Portugal. “É cá a minha base, a fazer coisas que realmente pretendo fazer, as minhas histórias, produzir as minhas coisas, trabalhar com gente de quem gosto”, explica, referindo-se também ao seu filme, “Solum”. E mantém sempre tudo em aberto. “Não fecho as portas a absolutamente nada.”

Fonte: Telenovelas


One Response to “Entrevista “Telenovelas” – Diogo Morgado sobre “A Teia”: “Foi um grande desafio””

Fui ver o Solum e surpresa das surpresas,eu jamais vi um filme 🎞 que me deixasse sem fôlego!! Eu gosto particularmente de ficção científica mas nunca vi um feito em português que tivesse tal impacto e a h/30 foi rápida!!🌙😘😘😘

May 17, 19 at 10:55 pm

 

Comment Form