Diogo Morgado FansMobile version
Welcome to the unofficial portuguese-english fansite for actor Diogo Morgado, best known for his roles in portuguese soap operas and american hits like "The Bible" and "Son of God". We have no affiliation nor do we represent Diogo in any way. This is just a work of a fan. ENJOY!

Diogo Morgado está de regresso, três anos depois, à televisão portuguesa. Agora como protagonista da novela Ouro Verde, o actor interpreta Jorge Monforte, uma personagem dúbia que nem é «bom nem mau». As circunstâncias da vida levaram-no a ser «negro», razão que colocará em causa a sua sede de vingança contra o banqueiro Miguel Ferreira da Fonseca [Luís Esparteiro], responsável pela morte dos seus pais. «A dada altura é possível que os telespectadores torçam pelo vilão da novela», esclarece Diogo Morgado ao A Televisão.

Estás de volta à televisão portuguesa com a novela Ouro Verde. Este novo projeto é uma «espécie» de Vingança 2 ou nada tem a ver com a novela que fizeste para a SIC, em 2006?
Tudo o que se possa fazer com o tema de vingança poderá soar a semelhante.

As duas novelas, aliás, contam com o mesmo protagonista.
É a Vingança 2 [risos]. Ouro Verde não tem rigorosamente nada a ver com a novela Vingança. De facto ambas têm a temática de vingança que é bastante forte mas aqui há uma desgraça que nada tem a ver com o que aconteceu na Vingança. Essa desgraça que falo transforma a personagem ao ponto dele ficar obsessivo em se vingar. O que me atrai bastante nesta questão da vingança é que levanta sempre a questão dúbia “O que é que tu farias se estivesses no lugar dele?”. Nós dizemos “Nunca faríamos isto e aquilo” e isso não é verdade porque se estivéssemos em algumas circunstâncias dele se calhar faríamos até pior. A desgraça traz à tona a nossa verdadeira natureza que não é a mais elegante de todas. E isso para mim entusiasma-me muito enquanto contador de histórias.

Já vi que defendes a tua personagem com unhas e dentes. Como defines o Jorge Monforte?
É sempre difícil falar do meu próprio trabalho mas, acho, que consigo distanciar e perceber que há ali um homem que lhe acontece uma tragédia e o transforma num outro tipo com uma outra atitude. O Jorge Monforte é uma pessoa pesada e negra. Durante muito tempo ninguém vai saber que ele é na verdade o Zé Maria e que, por isso, está sob falsa identidade.

A personagem «negra» como tu dizes ainda está a ser construída ou o Jorge Monforte já tem a sua personalidade vincada na tua cabeça?
Desde o início que a coisa tem estado muito clara na minha cabeça. Eu queria que o Zé Maria fosse um bocadinho beto no sentido de ser miúdo com posses mas descompromissado da vida. Ele tem uma família muito estável, a vida corre-lhe bem mas de repente as coisas viram-se ao contrário. Ele torna-se num tipo negro com modos e formas de agir muito questionáveis.

Ver mais

Cliquem na imagem abaixo para verem ou reverem o primeiro episódio de “Ouro Verde”, na íntegra 🙂